STF acerta compra de menu com lagosta e vinhos premiados

Ignorando as duras críticas das redes sociais, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu acertar a compra de medalhões de lagosta e vinhos importados, com premiação internacional, para as refeições servidas aos seus ministros e convidados.

A decisão foi tomada mesmo com questionamentos do Ministério Público e com a Corte sendo alvo de uma ação popular promovida pela deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP).

O valor final do contrato, no entanto, ficou em R$ 481.720,88, de acordo com a assessoria do STF. A licitação previa originalmente gasto de até R$ 1,134 milhão.

Procurada, a assessoria do tribunal informou que a licitação foi realizada “observando todas as normas sobre o tema e tendo por base contrato com especificações e características iguais ao firmado pelo Ministério das Relações Exteriores e validado pelo TCU”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *