Site do STF registra gastos de mais de 2 bilhões com empresa de turismo

Ricardo Roveran

Pesquisa realizada no site do Supremo Tribunal Federal (STF) registra gastos da Corte de mais de 2 bilhões de reais entre 2008 e 2019 com uma empresa de turismo chamada Eurexpress Travel Viagens e Turismo Ltda.

São 503 registros de compras entre janeiro de 2008 e agosto de 2019, que somados totalizam R$ 2.212.438.559,00.

Tratam-se de mais de 2 bilhões de reais gastos ao longo de 11 anos com uma única empresa de turismo.

No ano de 2008 há registro de 7 contratos que somam R$ 136.676,74, que tratam-se de:

  • aquisição de passagens nacionais e internacionais;
  • e seguros de viagem.

Em 2009 estão registrados 9 contratos totalizando R$ 1.796.004,53, tratando-se de:

  • aquisição de passagens nacionais e internacionais;
  • e seguros de viagem.

No ano seguinte, 2010, repete-se o número de contratações do ano anterior, 9 contratos, mas com um valor muito menor, aproximadamente 10% do ano anterior: R$ 110.972,72. As contratações registradas baseiam-se em:

  • aquisição de passagens nacionais e internacionais;
  • seguro de viagens;
  • e reconhecimento de dívidas anteriores.

Em 2011 o volume de contratações cai mais que a metade, apenas 4 contratos constam registrados, mas com total de quase 3 vezes o ano anterior: R$ 307.707,37. Os contratos são baseados em:

  • aquisição de passagens nacionais e internacionais;
  • seguro de viagens;
  • e reconhecimento de dívidas anteriores.

O ano de 2012 fecha com um montante de R$ 1.224.531,64, novamente com 4 contratos registrados e que mais uma vez tratam-se de:

  • aquisição de passagens nacionais e internacionais;
  • seguro de viagens;
  • e reconhecimento de dívidas anteriores.

Em 2013 o site do Supremo mostra o começo de um comportamento diferente: R$ 5.456.113,09 somam-se em 11 contratos registrados que referem-se a:

  • aquisição de passagens nacionais e internacionais;
  • seguro de viagens;
  • reconhecimento de dívidas anteriores;
  • contratação de empresas para emissão de passagens;
  • taxa de repasse a terceiros;
  • despesa de auxílio moradia;
  • despesas com taxas bancárias;
  • pensões civis;
  • 13º salário;
  • pessoal civil;
  • e pensionistas.

No ano seguinte, 2014, os registros apontam um salto para 86 contratos que totalizam R$ 303.281.228,79, destinados a mais de 40 tipos de serviços.

Já em 2015 o número se manteve próximo com 84 contratos registrados somando um valor semelhante ao ano anterior: R$ 292.024.296,08.

Os valores dos dois anos anteriores, 2014 e 2015, foram muito mais altos que todos os anteriores. Em 2016 o valor quase dobra: R$ 515.076.382,75 em 95 contratos registrados. Neste ano o gasto apontado pelo site ultrapassa meio bilhão de reais.

Em 2017 são 79 contratos registrados com total de R$ 395.266.853,50.

No ano passado, 2018, estão registrados 62 contratos, totalizando R$ 363.566.615,20.

Para o ano de 2019, até o presente, a soma é de R$ 334.191.176,59, com 53 contratos registrados no site.

gráfico STF 1

Entre os anos de 2014 e 2019 a lista de tipos de serviços registrados pelo site é muito variada e vai muito além de aquisição de passagens nacionais e internacionais, e seguro de viagens.

STF

Ao Terça Livre o Supremo Tribunal Federal afirmou que só teve contratos com a empresa até o ano de 2013.

O espaço permanece aberto para resposta caso a Corte apresente novas informações.

Eurexpress

Procurada pelo Terça Livre a empresa não foi localizada.

O espaço permanece aberto para resposta.

Veja com seus próprios olhos

A pesquisa pode ser conferida pelo leitor no próprio site do Supremo através do link: http://www.stf.jus.br/portal/contaPublicaCompra/pesquisarCompra.asp, ou fazendo download do PDF clicando aqui.

Quem realizar a consulta pelo site para conferir a informação preencha os campos de pesquisa conforme a figura abaixo:

site eurexpress stf

Novas informações em breve.

SANTANA

SANTANA - Jornalista e Bacharel em Ciência Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *