Representantes de 85 organizações comunistas internacionais estão em Caracas para realização da Assembleia dos Povos

As delegações comunistas estão hospedadas em Caracas, capital da Venezuela, para participar da Assembleia Internacional dos Povos (AIP), que acontece entre os dias 24 e 27 de fevereiro.

Os membros do comitê articulador do evento ofereceram detalhes sobre a organização durante entrevista coletiva no último sábado (23).

O líder do grupo terrorista de esquerda Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), João Pedro Stedile, afirmou que a data escolhida para a realização do evento simboliza a solidariedade à Venezuela.

Como de costume, Stedile reforçou a narrativa utilizada pelo ditador Nicolás Maduro, acusando os EUA de orquestrarem um ataque contra o país sul-americano.

“Estamos aqui, a comissão coordenadora da Assembleia Internacional dos Povos. Levamos dois anos nos preparando e marcamos justamente a Assembleia para ser realizada aqui em Caracas, nesta data, como uma forma de solidariedade de todas as organizações do mundo ao governo de Nicolás Maduro e ao povo da Venezuela”, disse Stedile.

https://www.diarioconservador.org/2019/02/24/lider-do-mst-esta-na-venezuela-apoiando-ditador/?fbclid=IwAR1bjqUF9XfFuwAbvNI7PTy18YHer3lx-qijMTWYJrzzKJqdjWzDdPMQMIA

SANTANA

SANTANA - Jornalista e Bacharel em Ciência Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RSS
Follow by Email
YouTube
YouTube
LinkedIn
LinkedIn
Share
Instagram