Psicóloga critica a Natura e alerta contra a “desconstrução da figura paterna”

A psicóloga e escritora Marisa Lobo usou a sua rede social para fazer uma crítica à rede de cosméticos Natura, após o anúncio de que a empresa convidou a ex-modelo Thammy Miranda para a sua próxima campanha de Dia dos Pais.

“Com todo o respeito a pessoa da Tamy, mas reduzir a função de pai, apenas a um gênero criado socialmente é um desrespeito aos homens. Não podemos ser pautados pelo o que uma minoria quer como sociedade”, escreveu Marisa.

“Não é justo para os milhões de pais do Brasil e do mundo, empresas usarem uma ideologia para ‘lacrar’ comercialmente, impondo uma ideologia. Quem ‘Lacra’ não lucra”, disparou a psicóloga, autora do livro “Famílias em Perigo” e “Ideologia de Gênero na Educação”.

A escolha de Thammy Miranda para a campanha de Dia dos Pais gerou forte repercussão na internet, com vários internautas promovendo o boicote aos produtos da empresa. Marisa Lobo também disse que vai aderir ao boicote.

“Toda pessoa adulta tem o direito constitucional de ser o que quiser, ok mas também tenho direito de não concordar, logo, boicotarei essa empresa que por ironia diz valorizar a ‘natureza’”, continua.

“O que indigna é termos tantos homens pais, que se tornaram exemplos para suas famílias e sociedade com historias de superação que poderiam ser homenageados nesta data tão especial, sendo subvertidos”, afirmou a psicóloga.

“Não são posso me render a um ativismo e desconstruir ou subverter o arquétipo do pai, a figura paterna tão importante para a construção da identidade humana. Ser pai não é uma questão de gênero cultural, fica registrado meu repúdio a essa tentativa de desconstrução da figura paterna”, conclui.

SANTANA

SANTANA - Jornalista e Bacharel em Ciência Política

Um comentário em “Psicóloga critica a Natura e alerta contra a “desconstrução da figura paterna”

  • 28 de julho de 2020 em 16:41
    Permalink

    Eu diria mais, a definição de família NÃO mudou vale o que está na lei: “Uma família é formada pelo pai e mãe, unidos por matrimônio ou união de fato, é por um ou mais filhos, compondo uma família” o que a publicidade mostra NÃO representa a verdade, a peça publicitaria foi feita creio que para atingir a um público em especifico, “os descoladinhos” e foge por completo da realidade do que é realmente um Pai e uma família, acredito que a empresa de cosméticos cometeu um erro grotesco ao deixar que esse tipo de publicidade seja vinculado e associado a sua marca, com certeza devera sofrer as consequências comerciais por parte dos consumidores.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *