Primeiro Ministro de Israel almoça com Bolsonaro

Israeli Prime Minister Benjamin Netanyahu gestures as he attends the weekly cabinet meeting at the Prime Minister’s office in Jerusalem April 15, 2018. Gali Tibbon/Pool via Reuters

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), almoça nesta 6 feiraª (28.dez.2018) com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, no Forte de Copacabana, no Rio de Janeiro.

O encontro com o militar faz parte de uma agenda de 6 dias de Netanyahu no Brasil. O premiê comparecerá à cerimônia de posse no 1º de janeiro. Será a 1ª participação de 1 primeiro-ministro israelense.

premiê israelense, Benjamin Netanyahu (dir.), estará na posse de Jair Bolsonaro

O representante de Israel chega ao Brasil nesta manhã. Além do almoço com o presidente eleito, Netanyahu participa da cerimônia religiosa conhecida como Shabat, na sinagoga Kehilat Yaacov, em Copacabana. No domingo (30.dez), o israelense concede entrevista à imprensa no Rio de Janeiro.

De acordo com o jornal The Time of Israel, Netanyahu também deve se reunir com o Secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, que virá ao Brasil representando os Estados Unidos. O presidente Donald Trump não participará da cerimônia.

NETANYAHU NA POSSE DE BOLSONARO

A participação de Netanyahu na posse foi confirmada pela 1ª vez em 29 de novembro. Na 4ª (26.dez), no entanto, a embaixada de Israel afirmou que o primeiro-ministro não iria participar mais da cerimônia de posse, uma vez que a coalizão do governo do país decidiu antecipar as eleições para o Knesset (parlamento de Israel) para abril de 2019. O pleito estava previsto para novembro.

Nesta 5ª (27.nov), a embaixada confirmou que Netanyahu participará da cerimônia. Ele deve deixar o país no dia seguinte ao evento.

APROXIMAÇÃO DO BRASIL COM ISRAEL

Bolsonaro tem articulado uma aproximação com Israel. Afirmou, em novembro, que mudaria a embaixada brasileira naquele país de Tel-Aviv para Jerusalém. Na 3ª (25.dez), o militar afirmou que fará parcerias com aquele país para beneficiar o Nordeste com projetos de dessalinização de água.

Percebam que uma série de acordos e inovações podem surgir diante da aproximação comercial entre Brasil e Israel, mas a parte da imprensa podre se apega somente a dessalinização da água, para desmerecer propositalmente os demais assuntos e proveitosos para ambos países.26,4 mil22:32 – 26 de dez de 2018

jornaldadireita.com.br

SANTANA

SANTANA - Jornalista e Bacharel em Ciência Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RSS
Follow by Email
YouTube
YouTube
LinkedIn
LinkedIn
Share
Instagram