Paulo Freire representa fracasso da educação esquerdista’, diz Weintraub

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, flertou com a possibilidade de retirar um mural do patrono da educação brasileiraPaulo Freire, que fica em frente ao Ministério da Educação (MEC). 

Em mensagem no Twitter, Weintraub afirmou, nesta quarta-feira (6), que Freire “representa o fracasso da educação esquerdista”:

“Devemos retirar o mural de Paulo Freire em frente ao MEC? Acho que deve ser mantido, até que o Brasil deixe de ser o PIOR país na América do Sul (PISA 2018).” 

O titular do MEC acrescentou:

“Paulo Freire representa o fracasso da educação esquerdista (FHC+PT). Um dia, o Brasil terá outro patrono da educação!”

A publicação ainda trouxe foto do imperador Dom Pedro 2º, com a frase: 

“Se não fosse imperador, desejaria ser professor. Não conheço missão maior e mais nobre.”

Confira o tuíte:

SANTANA

SANTANA - Jornalista e Bacharel em Ciência Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RSS
Follow by Email
YouTube
YouTube
LinkedIn
LinkedIn
Share
Instagram