Parler: a nova rede social contra censura que está virando febre nos Estados Unidos

PorRaul Holderf Nascimento

Com o Twitter avançando cada vez mais em limitar o alcance de conteúdos classificados como “potencialmente prejudicial ou  enganoso”, introduzindo novos rótulos de verificação e derrubando inúmeros perfis – a exemplo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, milhares de usuários migraram para uma nova plataforma de mídia social chamada Parler.

O aplicativo é co-fundado por um dos líderes do grupo de jovens Students For Trump, Ryan Fournier, que chama a rede social de “uma plataforma em que você não precisa se preocupar em ser censurado ou banido porque pensa diferente de quem administra a rede”.

Vários políticos e palestrantes conservadores de alto perfil, incluindo Ted Cruz (R-TX), abandonaram o Twitter pela promessa de um lugar para discutir ideias sem censura.

Republicanos e personalidades conservadoras da mídia começaram a divulgar massivamente o Parler e a fazer regularmente publicações por lá.

Veja a lista dos principais nomes da política americana a aderir a nova rede social.

SANTANA

SANTANA - Jornalista e Bacharel em Ciência Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *