‘O Supremo começou a criar leis, coisa que não existe em nenhum país democrático’

O jurista José Paulo Cavalcanti Filho interpreta decisão do Supremo que determina que réus delatores falem antes de réus delatados nas alegações finais de processos. Para ele, a questão deveria ser objeto de uma lei que alterasse o código processual penal. ‘É um escândalo jurídico’, avaliou, em entrevista ao CBN Brasil. ‘É inacreditável que pessoas formadas em Direito tenham coragem de tomar uma decisão como essa. É uma violência contra a democracia’. Confira aqui a íntegra da conversa.

https://cbn.globoradio.globo.com/media/audio/276693/o-supremo-comecou-criar-leis-coisa-que-nao-existe-.htm?fbclid=IwAR0bJBp64cySdntXfMNTYqmB2WS1Iw-vQTL-OcBLlE77btfj9LNd9r2T45k

SANTANA

SANTANA - Jornalista e Bacharel em Ciência Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *