Ministros se reúnem para tratar do coronavírus

Porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros afirmou que o momento é de tranquilizar o povo
Porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros Foto: Júlio Nascimento/PR
Nesta sexta-feira (13), ministros do governo Bolsonaro se reuniram para tratar de medidas a serem tomadas no combate ao coronavírus no Brasil. Em entrevista coletiva, o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, falou sobre o que foi discutido e disse que “o momento é de tranquilizar o povo”.
A reunião aconteceu no Palácio do Planalto.
– Cada ministério apresentou os impactos em suas áreas e o que necessita executar e articular com os demais ministérios (…) Passamos da fase de orientações para a fase de recomendações. Em escala, poder-se-á vir a fase de determinações. Foram adicionados os planos de contingências, com a adoção de protocolos mundiais, sendo postos em práticas há semanas – destacou.
A reunião contou com os seguintes ministros: Braga Netto (Casa Civil); Jorge Oliveira (Secretaria Geral); Luiz Henrique Mandetta (Saúde); Sérgio Moro (Justiça); Paulo Guedes (Economia); Onyx Lorenzoni (Cidadania); Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional); Marcos Pontes (Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações); Bento Albuquerque (Minas e Energia); Wagner Rosério (Controladoria-Geral da União); Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos); e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo).
Além deles, participaram também diretores do Banco Central (BC) e da Anvisa, e representantes do Itamaraty, do Gabinete de Segurança Institucional, da Secretaria Geral da Presidência, da Advocacia Geral da União e dos ministérios da Defesa e da Agricultura,
O último balanço do Ministério da Saúde aponta que o Brasil já registrou 98 casos. No entanto, dados das secretarias estaduais de Saúde e do Hospital Alberto Einstein apontam pelo menos 151 casos.

http://amigosdaguardacivil.blogspot.com/2020/03/ministros-se-reunem-para-tratar-do.html

SANTANA

SANTANA - Jornalista e Bacharel em Ciência Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *