Fortinet lança dispositivo com recurso de IA para detecção de ameaça

FortiAI aproveita redes neurais profundas para automatizar a detecção e correção de ameaças, expandindo as ofertas de segurança da Fortinet baseadas em inteligência artificial

A Fortinet anunciou o lançamento do FortiAI, um dispositivo on-premises inédito que alavanca as redes neurais profundas (ou DNN, do inglês Deep Neural Networks) de aprendizado automático para acelerar a remediação de ameaças e lidar com as tradicionais tarefas manuais demoradas de segurança. O FortiAI’s Virtual Security AnalystÔ incorpora uma das IA de segurança cibernética mais maduras do setor – desenvolvida pelo FortiGuard Labs da Fortinet – diretamente na rede das empresas para fornecer detecção de ameaças avançadas em menos de um segundo.

O Deep Neural Networks imita neurônios do cérebro humano para tomar decisões complexas com base em sua análise científica de ameaças específicas à organização em que está implantado. Os recursos de autoaprendizagem da FortiAI se tornam cada vez mais inteligentes depois de inseridos em uma determinada rede.

A abordagem de redes neurais profundas (DNN) da Fortinet permite que o FortiAI revolucione a proteção contra ameaças ao automatizar investigações manuais demoradas, passando a identificar e classificar ameaças em tempo real, assim como ao transformar processos de segurança em detecção e correção instantâneas de ataques e fornecer inteligência de ameaças personalizada para reduzir significativamente os falsos positivos.

“A Fortinet realizou um pesado investimento em IA baseada em nuvem no FortiGuard Labs para detecção de mais ameaças, de forma mais rápida e precisa. O FortiAI utiliza o conhecimento de inteligência artificial do FortiGuard Labs e o entrega em um pacote feito especificamente para implantações on-premises. Isso oferece aos clientes o poder do FortiGuard Labs diretamente em seu ambiente, com IA de autoaprendizagem para identificar, classificar e investigar ameaças sofisticadas em menos de um segundo”, diz John Maddison, vice-presidente executivo de produtos e CMO da Fortinet.

Outra distinção importante do FortiAI é que ele oferece IA on-premises adequada para organizações que possuem redes com falta de ar. Os ambientes de tecnologia operacional, agências governamentais e algumas grandes empresas devem aderir a rígidos regulamentos de conformidade e/ou políticas de segurança que limitam a conexão de sua rede à Internet. O FortiAI, com seu modelo de IA de autoaprendizado, não requer conectividade com a Internet para aprender e amadurecer, permitindo que as organizações com ambientes fechados ou políticas de segurança rigorosas fiquem à frente das ameaças.

A Fortinet tem um longo histórico de uso de IA para ajudar os clientes a fortalecer a postura de segurança de suas redes. Algumas das ofertas e serviços existentes da Fortinet, que podem ser complementados pelo novo FortiAI e que já utilizam várias formas de IA – como otimização e métricas de probabilidade bayesiana – incluem a inteligência de ameaças do FortiGuard Labs (que usa IA avançada e aprendizado de máquina comprovados para reunir e analisar mais de 100 bilhões de eventos de segurança todos os dias).

O FortiSandbox (sendo a Fortinet o primeiro fornecedor de segurança a introduzir a IA no sandbox para automatizar a proteção contra violações), o FortiEDR (que automatiza a proteção de terminais contra ameaças avançadas, com funcionalidades de resposta a incidentes orquestradas em tempo real), o FortiInsight (que monitora de forma efetiva endpoints, movimentos de dados e atividades do usuário), o FortiWeb (que protege web aplicativos e APIs) e o FortiSIEM (que reconhece padrões no comportamento típico do usuário, como local, hora do dia, dispositivos usados ​​e servidores específicos acessados).

“A implantação do FortiSandbox para proteger nossa organização contra ameaças de dia zero ocorreu perfeitamente por meio da plataforma Security Fabric da Fortinet. O FortiSandbox protege nosso perímetro, cliente e servidores de e-mail e, finalmente, protege nossos ativos contra ameaças desconhecidas avançadas. Aproveitar os recursos orientados à IA do FortiSandbox nos ajudou a acompanhar as ameaças orientadas por IA, ao mesmo tempo em que nos forneceu uma maneira fácil e simplificada de configurar e gerenciar nossa segurança”, diz Dario Palermo, administrador de Sistemas e Redes da Ente Autonomo Volturno.

Fonte: Security Report

SANTANA

SANTANA - Jornalista e Bacharel em Ciência Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *