Falta de estrutura da Polícia Civil de São Paulo

Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo

O Governo do Estado nomeou hoje 600 aprovados para o concurso de investigador na Polícia Civil de São Paulo. A nomeação de policiais aprovados em concursos é uma reivindicação constante do Sindpesp e pauta permanente dos delegados em defesa da Polícia Civil paulista. É um pequeno alento para a instituição, que vive hoje o maior déficit de sua história, com 14.448 cargos vagos, segundo o Defasômetro elaborado pelo Sindpesp e atualizado mensalmente. O Sindpesp parabeniza os nomeados, porém, não fecha os olhos para as dificuldades diárias enfrentadas com o desmonte da Polícia Civil, onde faltam recursos humanos, equipamentos, condições adequadas de trabalho e, principalmente, empenho do Governo do Estado para atender as demandas da Segurança Pública de São Paulo. Os aprovados no concurso para investigador aguardaram a nomeação por um ano, demora que ocorreu pelo uso político da Segurança Pública, enquanto o déficit da Polícia Civil paulista aumenta diariamente. O Sindpesp salienta ainda que aprovados nos concursos para as outras carreiras da Polícia Civil seguem aguardando nomeação, um exemplo da falta de transparência do Governo no cumprimento de suas obrigações, como o princípio constitucional da publicidade da administração pública. Os nomeados hoje representam somente 4,15% do déficit total da Polícia Civil do Estado de São Paulo.

SANTANA

SANTANA - Jornalista e Bacharel em Ciência Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RSS
Follow by Email
YouTube
YouTube
LinkedIn
LinkedIn
Share
Instagram