Consulado chinês em Houston era “gigante centro de espionagem” para o FBI

Inteligência americana avalia que consulado abrigava membros do exército chinês disfarçados de estudantes para roubar informações sobre agricultura, alta tecnologia, aviação e até pesquisas acadêmicas

O portal Daily Wire informou que os EUA ordenou o fechamento do consulado chinês na cidade de Houston, Texas, por ser um imenso centro de espionagem do Partido Comunista da China:

Os Estados Unidos irão tolerar as violações da Republica Popular da China (RPC) à nossa soberania e intimidação do nosso povo. Orientamos o fechamento do Consulado Geral da RPC em Houston a fim de proteger a propriedade intelectual e informações privadas americanas”, informou o Departamento de Estado.

As autoridades americanas disseram ainda que há anos os chineses estão espionando ilegalmente funcionários e cidadãos americanos. David Stilwell, secretário-assistente de Estado, afirmou que o fechamento do consulado estava atrasado e que os chineses intensificaram a espionagem durante a crise do Covid-19.

Segundo Stilwell, “esta semana surgiram vídeos que mostraram autoridades chinesas queimando documentos depois de receberem o aviso de que estavam sendo forçados a sair do país“.

O Wall Street Journal relatou que o FBI investiga outras 25 cidades pelos país e há suspeitas de que os pesquisadores universitários chineses na América sejam membros do exercício chinês. Para Chris Wray, diretor do FBI, o Partido Comunista Chinês está roubando dados de empresas de ponta a startups, de agricultura, de aviação, de assistência médica e até de instituições de pesquisas acadêmicas.

https://sensoincomum.org/2020/07/23/consulado-chines-em-houston-era-gigante-centro-de-espionagem-para-o-fbi/?fbclid=IwAR0JIdtZckpziEMHs8XSZMqo3BMVU-yIUt-0ES4ltCJs–yO59nvhfWkQms

SANTANA

SANTANA - Jornalista e Bacharel em Ciência Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *