Anatel abre dados de telecom em novo formato interoperável

Por: Luís Osvaldo Grossmann

A Anatel apresentou nesta ultima terça, 19/11, um novo painel de dados que facilita o acesso a informações sobre o mercado de telecomunicações brasileiro, em formato aberto e interoperável. Além de uma apresentação mais amigável de informações de manipulação restrita, como no caso dos acessos em serviço, há um rol maior de dados disponíveis pelo endereço anatel.gov.br/paineis.

Desde já estão disponíveis dados de acessos, certificação de produtos, consumidor e pesquisa de satisfação, qualidade, regulamentação, espectro e órbita, outorga e licenciamento. Eles podem ser manipulados no próprio site da agência (anatel.gov.br/paineis), com diferentes filtros por região, serviço, granularidade, empresa, período ou cortes até por faixas de velocidade da banda larga, por exemplo.

“É importante que esses dados sejam colocados de forma transparente e permitam análises, de forma que o usuário terá a oportunidade de elaborar seus próprios estudos e até para que os próprios investidores que queiram fazer negócios no Brasil tenham mais informações sobre o mercado brasileiro”, destacou o presidente da agência, Leonardo Morais.

Esses dados abertos já trazem como novidade uma maior granularidade dos números, começando pelo mercado de telefonia móvel, cujas informações já estão em nível municipal. E vale registrar que além dos cruzamentos possíveis no próprio site da Anatel, é possível exportar dados brutos que podem ser carregados em outras ferramentas de análise, sempre em formato manipulável.

Depois dessa primeira leva de informações já disponíveis deverão ser também acessados pelos painéis de dados da Anatel as informações relativas a temas de fiscalização, acompanhamento e controle, numeração, universalização e gestão interna.

“Os dados são o novo petróleo e a agência dispõe de uma série de informações essenciais para o desenvolvimento e melhoria da prestação de serviços no país. Consolidamos numa única plataforma tornando ainda mais transparente e fácil a utilização desses dados”, completa o chefe da assessoria técnica da Anatel, Humberto Silva.

Fonte: Convergência Digital

SANTANA

SANTANA - Jornalista e Bacharel em Ciência Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *