A vida dos criminosos em Osasco vai ser cada vez mais difícil’, diz Rogério Lins

O prefeito de Osasco, Rogério Lins (Podemos), falou sobre ações em andamento na área da Segurança Pública no município, durante entrevista ao programa “Fala a Verdade”, na TV Osasco, nesta sexta-feira (1º). “A vida para quem quer ser criminoso na nossa cidade vai ser cada vez mais difícil”, garantiu.
Entre as realizações na área, o prefeito destacou a implantação do Detecta, que deve entrar em funcionamento em março. Trata-se de um sistema de monitoramento inteligente, conveniado com o governo do estado, que integra bancos de dados das polícias paulistas, como registro de veículos furtados, roubados, clonados, registros de ocorrências, Fotocrim (banco de dados de criminosos com arquivo fotográfico), cadastro de pessoas procuradas e desaparecidas, dados do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e outros relatórios inteligentes para a segurança pública.
Com o Detecta, em implantação em pontos estratégicos da cidade, explicou o prefeito, quando um veículo com registro de ocorrências como furto, roubo ou envolvimento em crimes “passa na nossa teia de monitoramento, automaticamente ele dispara um sinal para o Centro de Operações Integradas (COI)”.
Inaugurado no fim do ano passado, o COI mantém o monitoramento de 268 ruas e avenidas, a partir da captação de imagens em alta resolução e tecnologia. O COI também integra as forças de segurança: polícias Civil e Militar, além da Guarda Municipal, que poderão traçar ações estratégicas de combate à criminalidade. Com monitoramento 24 horas é possível, inclusive, a identificação facial das pessoas flagradas cometendo delitos e infrações, entre outras funções.
“Bandido aqui vai passar no nosso sistema, vai apitar na nossa central e nós vamos pegar ele. A vida para quem quer ser criminoso na nossa cidade vai ser cada vez mais difícil”, afirmou Rogério Lins ao “Fala a Verdade”.
O prefeito destacou ainda que essas iniciativas na Segurança são baseadas em experiências de sucesso de cidades como Barcelona, na Espanha, e Nova York, nos Estados Unidos.
“Não é radar”
Ele ressaltou ainda que as ações de manutenção nas câmeras de videomonitoramento da cidade a serem realizadas nos próximos dias para a implantação do Detecta não têm relação com a colocação de radares. “Não é radar, não tem nada a ver com indústria de multa”, afirmou.Redução nos índices de criminalidade
Outras ações na Segurança são a ampliação do efetivo da Guarda Civil Municipal (GCM) e a criação da Ronda Ostensiva Municipal (ROMU), uma espécie de “tropa de elite” da GCM. “Dobramos efetivo da guarda, [entregamos] novas viaturas, novos equipamentos. Botamos nossa corporação para fazer treinamento na ROTA”, destacou Rogério Lins.
O prefeito declarou que medidas adotadas pela gestão ajudaram a reduzir os índices de criminalidade em Osasco. De acordo com dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública, no ano passado o número de vítimas de homicídio no município caiu 22,9%, os roubos em geral baixaram 20,1%, os roubos de veículos diminuíram 19% e os furtos de veículos caíram 2,4%.

http://amigosdaguardacivil.blogspot.com/2019/02/a-vida-dos-criminosos-em-osasco-vai-ser.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *