Saiba como garantir segurança e evitar prejuízos no e-commerce

Estudo recente da ClearSale aponta aumento de quase 9% nas tentativas de fraude no país no ano passado

Cada vez mais presente na vida dos brasileiros, o e-commerce também é alvo de cibercriminosos, que enxergam nessas plataformas muitas possibilidades de fraudes e golpes. Segundo o Mapa da Fraude 2019, estudo anual realizado pela empresa especializada em segurança ClearSale, a cada 100 reais gastos em lojas on-line no ano passado, 3,53 reais sofreram tentativas de fraude, o que representa um aumento de quase 9% em relação ao ano anterior.

Produtos mais visados

E as categorias de produtos que mais sofreram tentativas de fraude em 2018, conforme a companhia, foram celulares, games, bebidas, eletrônicos e informática.

“São setores mais visados nos últimos anos, possivelmente pela revenda relativamente fácil em mercados paralelos. É mais fácil repassar um celular do que uma geladeira, por exemplo”, diz Omar Jarouche, diretor de Marketing, Planejamento Comercial e Soluções da ClearSale.

Como combater fraudes
Como aponta a ClearSale, os fraudadores são criativos e, para evitar ataques, a proteção antifraude também deve ser. Criminosos gostam do caminho que oferece menor resistência, e um bom sistema antifraude é a maior barreira que pode existir neste sentido.

Para além disso, a empresa também destaca as seguintes práticas para que os varejistas possam manter suas lojas sempre protegidas – e os consumidores sempre satisfeitos, por consequência

-manter sistemas antifraude atualizados 
-contar com uma equipe atualizada
-adotar uma abordagem minuciosa e multicamadas

Fonte: ComputerWorld

SANTANA

SANTANA - Jornalista e Bacharel em Ciência Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *