Recursos não legalizados para pagamento de honorários advocatícios

Submetemos à Câmara em 2019 dois projetos de lei que, em conjunto, objetivam desincentivar que advogados aceitem recursos não legalizados para pagar por seus serviços: PL 1194/2019 e PL 1195/2019.

Sabemos que a advocacia é um direito e um dever, e o direito à ampla defesa deve ser garantido a todos os cidadãos. O que não parece muito claro hoje em dia é o limite entre a defesa e o envolvimento das práticas advocatícias com o crime em si.

O recebimento de recursos ilícitos como honorários é de fato mais que imoral, é ilícito e materializa uma forma de lavagem de dinheiro que não pode estar à margem da
regra.

Luiz Philippe de Orleans e Bragança

Fonte: https://www.facebook.com/luizphilippebr/photos/a.681862108640777/1732125296947781/

SANTANA

SANTANA - Jornalista e Bacharel em Ciência Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RSS
Follow by Email
YouTube
YouTube
LinkedIn
LinkedIn
Share
Instagram