O Brasil acorda envergonhado e pedindo intervenção militar contra decisão do STF

Decisão do STF que favorece criminosos desencadeou uma reação popular em prol da intervenção militar

Por: Will R. Filho

O sentimento para a maioria é de consternação! Após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) contra a validade da execução provisória de condenações criminais, conhecida como prisão após a segunda instância, por 6 votos a 5, uma reação popular em prol da intervenção militar vem tomando conta da internet.Continua depois da publicidade

Com a decisão, os condenados que foram presos com base na decisão anterior poderão recorrer aos juízes que expediram os mandados de prisão para serem libertados. Segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o julgamento terá

impacto na situação de 4,8 mil  presos.

Os principais condenados na Operação Lava Jato podem ser beneficiados, entre eles, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde 7 de abril do ano passado, na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, após ter sua condenação por corrupção e lavagem de dinheiro confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), no caso do tríplex do Guarujá (SP), além do ex-ministro José Dirceu e ex-executivos de empreiteiras.

Segundo o Ministério Publico Federal (MPF), cerca de 80 condenados na operação serão atingidos, informou a EBC. “STF decide que ninguém pode ser preso sem que o STF julgue o caso. Portanto, além do Lula, para quem esse circo foi montado, todos os bandidos do Brasil deverão ser soltos. O STF é mesmo uma corte de uma república das bananas”, escreveu o filósofo Luiz Felipe Pondé em sua rede social.

O jornalista e deputado Paulo Eduardo Martins comentou a decisão, dizendo que a intenção da esquerda é lançar Lula para a campanha presidencial em 2022, usando até mesmo da violência para isso, visando desestabilizar ou mesmo derrubar o governo Bolsonaro.

“Lula será candidato em 2022. Esse é o jogo. Criminosos são sempre muito bem relacionados e não desistem nunca. A quadrilha quer que o país descambe em violência. Infelizmente, acho que conseguirão. O empenho é enorme”, publicou o parlamentar.

Intervenção militar

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), fez uma publicação se colocando à disposição de uma possível intervenção militar no país. “STF é a vergonha do Brasil… Defensores da CF? Defensores do crime!”, escreveu Silveira. “Se precisar de um cabo, estou a disposição”, completou.

“Tirei muitos vagabundos das ruas, apreendi, prendi, garanti viagens ao inferno… sempre dentro da legalidade, é claro… agora vem o STF e joga meu trabalho e de todos os outros policiais no lixo e envergonha o Brasil”, desabafou o ex-PM em outra publicação.

Nas redes sociais, cidadãos expressaram o mesmo sentimento. “Só uma intervenção militar mesmo, ministro do supremo falando vaza jato é o cúmulo, é o desequilíbrio das instituições, se preparem para o ano e carnaval”, disse um internauta.

“Pediremos o cumprimento do ART. 142 da Constituição ou Intervenção Militar do STF. Chega de corruptos bandidos delegando na côrte suprema de nosso país”, publicou outro, destacando uma manifestação organizada às 14h no bairro de Boa Viagem, em Recife, PE.

Walter Lira@LorenaImportad1

Amanhã eu estarei lá!
Pediremos o cumprimento do ART. 142 da Constituição ou Intervenção Militar do STF.
Chega de corruptos bandidos delegando na côrte suprema de nosso país.

Ver imagem no Twitter

09:53 – 8 de nov de 2019 · Recife, Brazil

https://www.opiniaocritica.com.br/noticia/949/o-brasil-acorda-envergonhado-e-pedindo-intervencao-militar-contra-decisao-do-stf?fbclid=IwAR0yR3LCcxkT-JkYMXScShSZItr_i26_eT_X1ctBi-MLMHc3jsqxHJmXnyQ

SANTANA

SANTANA - Jornalista e Bacharel em Ciência Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *