Ministro Sérgio Moro determina investigação sobre o patrimônio de Danilo Serpa

O presidente do Porto do Pecém tem vida milionária ganhando como servidor público

O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, mandou investigar o patrimônio do presidente do Porto do Pecém, no Ceará, Danilo Serpa, diante de indícios veementes de enriquecimento desproporcional aos seus vencimentos como servidor público estadual.

O patrimônio de Danilo Serpa supera hoje  cerca de R$ 30 milhões, mesmo tendo ele sido a vida toda funcionário público. Um desses indícios irrefutáveis diz respeito à sua moradia. Ele resdie atualmente  na cobertura do empreendimento Beach  Place, com cerca de 180 metros quadrados e avaliado em R$ 2 milhões, situado em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Situado em frente à Prainha, este hotel de altíssimo luxo oferece apartamentos completos com varanda e vista para o mar. As comodidades disponíveis incluem uma piscina ampla ao ar livre, quadras esportivas e academia de ginástica.

O presidente do Porto do Pecém vai ter que se explicar diante das autoridades e dizer como paga despesas altíssimas com salário de servidor público. Se for provada a prática criminosa de  enriquecimento ilícito, Danilo poderá ter prisão decretada.

Outra

O ministro determinou também uma investigação acerca da falta de scanners no Porto do Pecém, o que facilita a ação do crime organizado, através da prática de contrabando e descaminho, além  do tráfico internacional de armas e munições.

O primeiro sinal da ação no Pecém foi dado no começo desta semana, quando Moro ordenou que as polícias Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF), agissem juntamente com a Receita Federal e realizassem uma devassa nos portos do Pecém e do Mucuripe. Na primeira investida, um homem foi preso com dois fuzis e muita munição.

Sem o equipamento que faz o raio-x dos contêineres, o Porto do Pecém acabou se transformando em porta aberta para as atividades do narcotráfico e do crime organizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *