Ministro do STF cita pensadora pedófila e diz que “não se nasce mulher, torna-se mulher”

O ministro Celso de Mello acredita que não nasceu homem…

Nesta quinta-feira (14), durante votação para tipificar a homofobia como crime de racismo no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Celso de Mello, antes de proferir seu voto, fez um discurso demencial sobre ideologia de gênero. Ele citou até a famosa intelectual pedófila, Simone de Beauvoir:

Ora, Celso de Mello pode até pensar que não nasceu homem, mas isso é problema dele, não do Brasil.

Veja como alguns internautas famosos reagiram perante as falas do ministro:

Flávio Gordon@flaviogordon

Quando o decano da suprema corte do país fala em “padrão existencial heteronormativo”, é porque o país está irremediavelmente perdido. O sujeito usa vocabulário vagabundo de militância LGBT como se falasse de normas constitucionais. Vergonha. Chamem o cabo e o soldado!3.75417:10 – 14 de fev de 2019Informações e privacidade no Twitter Ads1.031 pessoas estão falando sobre isso

Flávio Gordon@flaviogordon

Para Celso de Mello, há uma cultura tirânica (“heteronormativa”) obrigando as pessoas a serem heterossexuais. Que o infeliz do Fefito fale isso no Morning Show da JP, vá lá. Mas um ministro do STF?

Sim, meus caros, é grave desse jeito: o decano da suprema corte é um idiota.1.60117:54 – 14 de fev de 2019Informações e privacidade no Twitter Ads467 pessoas estão falando sobre isso

Bernardo P Küster  GAB @bernardokuster@bernardopkuster

Celso de Mello citando Simone de Beauvoir é o CÚMULO. Por que não cita seus principais críticos, que demoliram aquele pensamento histérico, socialista e bobo? #ADO26NAO2.22416:51 – 14 de fev de 2019Informações e privacidade no Twitter Ads536 pessoas estão falando sobre isso

Bernardo P Küster  GAB @bernardokuster@bernardopkuster

Celso de Mello está falando por horas e afirma: “nem cheguei na metade do meu voto”. O cara acha que é Fidel Castro pra falar 9 horas.1.44217:54 – 14 de fev de 2019Informações e privacidade no Twitter Ads245 pessoas estão falando sobre isso

Por fim, após horas a fio de um discurso baseado em excrescência fecal, o presidente do Supremo, Dias Toffoli, suspendeu a sessão, que será retomada para votação na próxima quarta-feira (20).

Caso o leitor tenha interesse em saber quem é a ideóloga da pedofilia que o ministro tanto admira, leia o que já escrevemos sobre ela clicando AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *