Em seis dias, Rio de Janeiro tem cinco policiais mortos e três feridos; mas ninguém liga

Desde terça-feira, o Estado do Rio de Janeiro teve cinco policiais mortos e três feridos. A última morte registrada foi a do cabo da Polícia Militar, Felipe Brasileiro Pinheiro, de 34 anos, baleado em uma operação no Complexo do Alemão na última-quarta-feira. A Secretaria de Saúde e o Hospital Estadual Getúlio Vargas confirmaram a sua morte na manhã deste domingo.

Além dele, outros policiais se somam às estatísticas. As mortes acontecem na mesma semana em que o governador no Rio, Wilson Witzel , voltou a defender o “abate” de criminosos e a política de enfrentamento nas favelas, e Agatha Félix , de apenas 8 anos, foi morta após ser baleada em uma kombi no Complexo do Alemão.

Esse policial militar foi baleado com um tiro de fuzil na cabeça quando participava de um patrulhamento motorizado na zona norte do Rio.

Felipe foi o segundo PM a morrer no Rio de Janeiro em menos de 24 horas. Na tarde deste sábado, o PM Leandro de Oliveira, de 39 anos, morreu após ser baleado na cabeça durante um patrulhamento próximo a Estação de Triagem, em Benfica, na Zona Norte.

https://www.radardf.com.br/em-seis-dias-rio-de-janeiro-tem-cinco-policiais-mortos-e-tres-feridos-mas-ninguem-liga/?fbclid=IwAR1l6Fz8qjQlzk8O4MrsnFDiuG5LUeZX2Hl2bCfZsvMUm1UccN1BMLgH7Mw

SANTANA

SANTANA - Jornalista e Bacharel em Ciência Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RSS
Follow by Email
YouTube
YouTube
LinkedIn
LinkedIn
Share
Instagram