Bruno Covas nomeia PSOLista apoiador do #EleNão como secretário de Cultura de São Paulo

O prefeito de São Paulo Bruno Covas, que assumiu a prefeitura após a renúncia de João Doria para concorrer ao governo de São Paulo, está indo na contramão do que foi prometido por Doria tanto em sua campanha para a prefeitura quanto para o Estado.

Covas nomeou para a Secretaria de Cultura da cidade o produtor Alê Youssef. Não demorou muito para que a internet encontrasse tweets de Youssef apoiando Marcelo Freixo e Guilherme Boulos, ambos do PSOL, elogiando Haddad, defendendo desmilitarização da PM, etc.

Nem mesmo o PSDB foi poupado por Youssef em um tweet de 2011:

“Beabá de tucano: manda PM jogar bomba, põe a culpa na decisão judicial mas ressalta que é a favor do debate sobre drogas. Haja saco!”

Segundo o blog Reaçonaria, Youssef também foi filiado do PT por 15 anos, chegou a trabalhar na gestão da então petista Marta, também na prefeitura de São Paulo, mas depois passou a frequentar o PSOL.

A nomeação feita por Covas gerou revolta na internet, que lançou a hashtag #ForaAleYoussef. A hashtag ficou entre os trending topics do Twitter durante boa parte da manhã.

Veja alguns abaixo:

o/ Rafael Rizzo

SANTANA

SANTANA - Jornalista e Bacharel em Ciência Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *