BRASIL TEM RECUPERAÇÃO ECONÔMICA, COMEÇA A VIRAR O JOGO E SURPREENDE O MUNDO EM MEIO A PANDEMIA

Terra Brasil Notícias

O Brasil vem surpreendendo o mundo inteiro com os números de maio e junho da sua economia.


A Receita Federal apontou que o Brasil vem se recuperando rapidamente e vários setores sequer diminuíram. O registro de notas fiscais eletrônicas apresentou a maior alta nesse ano e maior até que o mesmo período do ano passado


Em junho atingiu o maior patamar do ano, com uma média diária de R$ 23,9 bilhões. O crescimento chegou a 15,6% na comparação com maio e a 10,3% em relação ao mesmo mês do ano passado. Essas notas funcionam como um “termômetro” da atividade econômica porque registram negócios que ocorrem diariamente.


Depois do fundo do poço observado em abril, devido ao impacto da pandemia do novo coronavírus, o secretário da Receita José Tostes avalia que os dados do registro diário das notas fiscais em todas as regiões sinalizam o início de uma recuperação importante.
O mapeamento diário das vendas para mensurar o impacto do coronavírus mostra também que nem todas as empresas foram impactadas negativamente.
Um grupo de 200 mil empresas conseguiu manter o volume de vendas mesmo durante a pandemia. Entre os setores nesta condição estão construção civil, informação e comunicação, supermercados e farmácias, além da agroindústria e da indústria extrativa e de transformação.

A alta das compras públicas pelo Governo Federal, Estados e municípios para atender às necessidades das medidas de combate e tratamento da covid-19 – como construção de hospitais de campanha, compra de equipamentos e contratação de pessoal – também ajudou.
Outro fator que segurou as vendas foi o próprio programa de auxílio emergencial de R$ 600, distribuído à população mais vulnerável, e que atendeu as necessidades imediatas de consumo dos mais pobres que ficaram sem renda.

SANTANA

SANTANA - Jornalista e Bacharel em Ciência Política

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *