Santana
Administrador
Idealizador
HOME PAGE QUEM SOMOS NOTÍCIAS UTILIDADES CONTATO
01/05/2018 18:05
MORADORES DO PRÉDIO QUE DESABOU PAGAVAM ALUGUEL

Segundo relatos de moradores ligados ao Movimento por Moradia Digna, o custo de viver no local era entre R$ 350 e R$ 500

AE Agência Estado

Em março, a secretaria cadastrou cerca de 150 famílias, com 400 pessoas ocupantes do prédio(foto: Corpo de Bombeiros de São Paulo/Divulgação)
Em março, a secretaria cadastrou cerca de 150 famílias, com 400 pessoas ocupantes do prédio
Moradores que pertencem ao Movimento Luta por Moradia Digna (LMD) relataram à reportagem do Estadão que pagavam aluguel para morar no prédio que desabou na madrugada desta terça-feira, 1º, no centro de São Paulo. Ao menos 120 famílias viviam irregularmente no imóvel, segundo informações do Corpo de Bombeiros. Segundo relatos de moradores ligados ao Movimento por Moradia Digna, o custo de viver no local era entre R$ 350 e R$ 500.
O imóvel era uma antiga instalação da Polícia Federal e depois foi ocupado por imigrantes e brasileiros. A Secretaria Municipal de Habitação atuava na ocupação do edifício por meio do grupo de Mediação de Conflitos, uma vez que no local estava previsto haver a reintegração de posse, movida pela Secretaria de Patrimônio da União. Uma vez desocupado, o imóvel seria cedido à Prefeitura.
A Secretaria de Habitação realizou seis reuniões com as lideranças da ocupação, entre fevereiro e abril, para esclarecer a necessidade de desocupação do prédio, por conta do risco e da ação judicial.
Continua depois da publicidade
No dia 10 de março, a secretaria cadastrou cerca de 150 famílias, com 400 pessoas, ocupantes do prédio. Desse total, 25% são famílias estrangeiras. Esse cadastro foi realizado para identificar a quantidade de famílias, o grau de vulnerabilidade social e a necessidade de encaminhamento das famílias à rede socioassistencial.

https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/brasil/2018/05/01/interna-brasil,677507/moradores-do-predio-que-desabou-pagavam-aluguel.shtml
25/05/2018 13:33 - SUSPENSO JULGAMENTO DE AÇÃO SOBRE APOSENTADORIA DE POLICIAIS CIVIS DE RO
25/05/2018 13:38 - BRUNO COVAS DECRETA ESTADO DE EMERGÊNCIA EM SÃO PAULO
25/05/2018 13:44 - TEMER ACIONA FORÇAS FEDERAIS CONTRA OS CAMINHONEIROS
25/05/2018 13:48 - PELO MENOS 11 AEROPORTOS ESTÃO PARADOS POR FALTA DE COMBUSTÍVEL
23/05/2018 10:51 - TEMER AUTORIZA EMPREGO DAS FORÇAS ARMADAS NAS ELEIÇÕES DESTE ANO
23/05/2018 10:59 - GCM DO GUARUJÁ E POLÍCIA MILITAR SÃO RECEBIDOS A TIROS EM BAILE FUNK
23/05/2018 11:03 - EX-GOVERNADOR DE MINAS GERAIS, EDUARDO AZEREDO É CONSIDERADO FORAGIDO
23/05/2018 11:09 - CAMINHONEIROS ENTRAM NO TERCEIRO DIA DE PROTESTOS NO OESTE PAULISTA
22/05/2018 07:56 - GASOLINA AUMENTOU 42% EM UM ANO E NESTE RITMO CHEGARÁ AOS 7 REAIS NO FIM DE 2019
22/05/2018 08:01 - CLAMOR: 94% DA SOCIEDADE BRASILEIRA QUER UMA INTERVENÇÃO MILITAR
22/05/2018 08:04 - A TOGA NÃO É MINHA, A TOGA É DO BRASIL "MINISTRA CÁRMEN LÚCIA"
22/05/2018 08:08 - MARGINAIS VANDALIZAM VIATURA E PRÉDIOS DA POLÍCIA CIVIL DURANTE VIRADA CULTURAL
22/05/2018 08:17 - USUÁRIOS BRASILEIROS DE INTERNET BANKING SÃO ALVO DE CAMPANHAS DE MALWARE
22/05/2018 08:27 - NOVO GOLPE MIRA USUÁRIOS DO UBER PARA ROUBAR DADOS PESSOAIS E DE CARTÃO CRÉDITO
22/05/2018 09:25 - GUARDA MUNICIPAL DE MACEIÓ É BALEADO APÓS SOFRER ASSALTO NO TABULEIRO
22/05/2018 09:31 - GLOBO APRESENTA MATÉRIA TENDENCIOSA DENEGRINDO A GCM-SP
16/05/2018 15:33 - GUARDAS MUNICIPAIS NO SUSP
11/05/2018 21:50 - O SUSP E O CORPORATIVISMO QUE VISA PODER E DESTRUIÇÃO DAS GUARDAS MUNICIPAIS
Busca de Notícias
Buscar
Bolsonaro direitos humanos

Jair Messias Bolsonaro esculacha os direitos humanos !

Compartilhem

Publicado por Politicamente Incorreto em Domingo, 22 de janeiro de 2017
google-site-verification: google89e37d2e9fd80a12.html

O Excelente Jornalista Luiz Carlos Prates Comenta o Regime Militar e a Ditadura Comunista!
Curta e Compartilhe: Direita Brazuca (y) <3

Publicado por Direita Brazuca em Terça-feira, 6 de junho de 2017
POLÍCIA MUNICIPAL DO BRASIL ® 2011 - Todos os Direitos Reservados CRISOFT ® 2005